Geopark Uberaba- Terra de Gigantes
O Geopark Uberaba– Terra de Gigantes, integra sítios e geossítios dispersos pela cidade que retratam as riquezas geológicas, a herança histórica e a cultural local. No patrimônio geológico, o destaque é a singularidade dos registros paleontológicos de nossa região, representado notadamente pelos Dinossauros que são reconhecidos pelo mundo. Nos sítios históricos e culturais, apoiamos na relevância do gado Zebu que não é só econômica, mas também cultural. Ainda há as representações sustentadas pelo terceiro pilar que é a força e significância da religiosidade em Uberaba, que teve sua expressão máxima no ícone Chico Xavier, o maior brasileiro de todos os tempos, eleito em um programa de televisão exibido em rede nacional e inspirado no programa britânico 100 Greatest Britons da emissora BBC, colaboradora da edição brasileira. O reconhecimento como um Geopark potencializará uma maior valorização e promoção destes patrimônios. A Global Geoparks Network  –…

Inauguração do Geossítio Peirópolis

Inauguração do Geossítio Peirópolis destaca riqueza histórica e turística local




Potenciais históricos, científicos, naturais e turísticos foram destaques na inauguração oficial do Geossítio Peirópolis na manhã desta quinta-feira (16). A solenidade, que integra o cronograma de ações do projeto Geopark – Terra de Gigantes, contou com a presença do prefeito Paulo Piau, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo José Renato Gomes e a adjunta Anne Roy Nóbrega, além da reitora da UFTM, Ana Lúcia de Assis Simões, o pesquisador e geólogo Luiz Carlos Borges Ribeiro e o presidente da Câmara de Vereadores, Luiz Humberto Dutra. O evento também recebeu secretários e autoridades municipais, equipe da UFTM, representantes de entidades parceiras, moradores de Peirópolis, representante do setor da construção civil e alunos da Escola Municipal Frederico Peiró. 




O projeto Geopark está sendo formatado com o objetivo principal de obter a candidatura oficial junto à Unesco em 2019. A Prefeitura de Uberaba está unida à UFTM, Sebrae, ABCZ, Fiemg, Comtur e demais entidades parceiras do projeto para cumprir todas as metas para consolidar a certificação. Para a inauguração do Geossítio Peirópolis foram feitas melhorias na acessibilidade do local, na sinalização turística, na inclusão da comunidade e dos alunos e no monitoramento do fluxo de visitação para comprovação dos resultados.

De acordo com Paulo Piau, a Unesco é detalhista em relação aos procedimentos e Uberaba está determinada a cumprir todas as exigências. “O Geossítio de Peirópolis, destacando a paleontologia, é mais uma etapa cumprida deste que é um trabalho de persistência. Uberaba está despertando para este momento de valorização de suas riquezas, história e potencial turístico. Eu acredito muito no Geopark, pois sei que temos todos os itens demandados nesta construção para consolidar a chancela da Unesco”, avalia o prefeito. 

A secretária adjunta de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Anne Roy Nóbrega, complementa que, além dos dinossauros, o Geopark Uberaba destaca Chico Xavier e a economia e história do Zebu, entre os pilares que colocam a cidade em evidência. “Uberaba tem o que mais ninguém tem. E com o Geopark aumentaremos ainda mais o fluxo turístico, não só em Peirópolis, mas em todos os sítios que compõem esta identidade cultural e histórica. Agradecemos a todos que estão participando ativamente desse processo”.

A reitora da UFTM, Ana Lúcia de Assis Simões, também pontuou na ocasião a parceria no projeto do Geopark e o importante papel da universidade na revitalização do complexo de Peirópolis, cuja gestão passou a ser da UFTM em 2010. Ela destacou o papel da instituição no desenvolvimento e viabilização de pesquisas científicas ligadas a paleontologia e na integração com a comunidade local. 

O final da solenidade foi marcado pela apresentação inédita da recomposição do maior dinossauro fossilizado encontrado no Brasil. Descoberto nas fundações do empreendimento da Construtora Quanta durante as obras do Resort Brisas, ao lado do Praça Shopping, os fósseis são de um animal que mediria mais de 26 metros e seria o exemplar mais completo achado no país, segundo informações citadas no evento.

Comprovando a possibilidade de aliar desenvolvimento econômico e geoconservação, a presença do empreendedor responsável pelo achado foi notada pelo prefeito, que lembrou da importância da Lei de geoconservação como requisito para a chancela da Unesco.

“Yes, nós temos Dinossauros”. A inauguração do Geossítio Peirópolis contou também com a abertura da exposição “Yes, nós temos Dinossauros”, do paleoartista uberabense Rodolfo Nogueira. Graduado em Desenho Industrial pela UNESP em Bauru, Rodolfo Nogueira desenvolveu e publicou uma metodologia científica para reconstituir animais extintos chamada Paleodesign, e possui trabalhos em museus do Brasil, Argentina, Espanha, Estados Unidos, Portugal, Alemanha e Geórgia. É o criador do design dos espaços e identidade visual do Projeto “Geopark Uberaba – Terra de Gigantes”.

Com 20 anos de experiência em ilustração artística e 10 em ilustração cientifica, ministrou cursos e palestras para mais de 5 mil pessoas. É detentor de 8 prêmios internacionais e criador dos personagens para o maior parque de Realidade Virtual do mundo, “Dinos do Brasil”, no Museu Catavento-SP. Ilustrador do Livro “Brasil dos Dinossauros”, editora M’Arte. Professor no Projeto “Megafauna”. A exposição em Peirópolis fica aberta ao público no Complexo da UFTM com visitação gratuita.

Luiza Carvalho


SECOM/PMU